4 benefícios corporativos para equilibrar trabalho e saúde mental

Sem Parar Empresas: pessoas em um escritório, felizes, batendo as mãos e sorrindo, pois possuem boas condições de  trabalho e saúde mental

A sobrecarga emocional no ambiente de trabalho é uma realidade cada vez mais preocupante. Segundo um levantamento da Capita, empresa de tecnologia para negócios, 79% dos profissionais entrevistados afirmaram ter sentido estresse desencadeado pelas suas atividades em um período de um ano.

Diante desse cenário, é fundamental que as empresas adotem medidas eficazes para equilibrar trabalho e saúde mental de forma com que a equipe se sinta acolhida e entusiasmada para produzir, mas sem se sentir sob pressão. Felizmente, existem boas práticas e benefícios corporativos que podem contribuir significativamente para alcançar esse objetivo.

 

O que você precisa saber sobre trabalho e saúde mental

Prazos curtos, cobranças excessivas, alta competitividade… são inúmeros os motivos que interferem na saúde mental dos colaboradores. O assédio moral, por exemplo, foi sofrido por 42% dos brasileiros. E a situação se torna ainda mais crítica com a seguinte pesquisa da Infojobs: 61% dos profissionais não estão felizes em suas ocupações. Além disso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) detectou que a ansiedade é responsável por 51% dos afastamentos por doenças mentais, seguida pela depressão, com 17%. 

Essa realidade reflete não apenas as demandas excessivas no ambiente de trabalho, mas também a falta de ações voltadas para a promoção da saúde mental. Situações como sobrecarga, falta de reconhecimento, ambientes tóxicos e a ausência de suporte emocional são alguns dos principais motivos que contribuem para esse quadro. 

 

O que as empresas podem fazer para melhorar a saúde mental?

O primeiro passo é investir em ações que permitam identificar precocemente problemas relacionados à saúde mental e oferecer apoio adequado aos colaboradores que estão passando por dificuldades. Dentre essas iniciativas, destacam-se:

  • Abertura de comunicação, criando espaços acolhedores para que os colaboradores possam conversar sobre o que estão sentindo;
  • Promoção do equilíbrio entre vida pessoal e profissional, com ações como home office e horários flexíveis;
  • Implementação de programas de prevenção e promoção da saúde mental, indo desde a conscientização até ações como visitas de psicólogos periodicamente;
  • Treinamento de gestores para identificar sinais de estresse e oferecer suporte adequado, pensando sempre na liderança humanizada;
  • Oferecimento de palestras e workshops sobre saúde mental e qualidade de vida para todas as equipes;
  • Ambientes de “descompressão” como sala de TV, espaço para jogos, cantinho do café, entre outros que façam sentido para as preferências dos colaboradores.

 

4 benefícios corporativos para equilibrar trabalho e saúde mental

Os benefícios corporativos desempenham um papel fundamental na promoção da saúde mental no trabalho. Além de contribuir para o bem-estar dos colaboradores, eles são uma forma de demonstrar o compromisso da empresa com a qualidade de vida das equipes. 

Dentre os benefícios mais impactantes nesse sentido, destacam-se:

  1. Plano de saúde: seja com cobertura total ou co-participação dos colaboradores, facilita o acesso a médicos sempre que for necessário;

  2. Auxílio saúde: quando o plano não é viável, o benefício de desconto em saúde é uma alternativa que combina economia à empresa e acessibilidade dos profissionais aos médicos;

  3. Programa de orientação psicológica: disponibilização de sessões de aconselhamento e suporte emocional para os colaboradores que enfrentam dificuldades;

  4. Auxílio-academia: o auxílio-academia é um grande incentivo à prática de atividades físicas, que, por sua vez, contribuem para a redução do estresse e a melhoria da saúde mental.

💡 Confira nosso guia para potencializar sua Gestão de benefícios.

 

Colabore na melhoria do trabalho e saúde mental!

Além de implementar iniciativas internas, como programas de prevenção e oferta de benefícios corporativos, é indispensável que os gestores estejam abertos ao diálogo e ao apoio aos colaboradores. O equilíbrio entre trabalho e saúde mental é uma responsabilidade compartilhada, em que líderes e equipe se unem em prol de um ambiente tranquilo.

Por isso, não deixe de buscar as melhores práticas de gestão humanizada. Com sabedoria e empatia, você garante o bem-estar e a produtividade de sua equipe.

Destaques

Síndrome de burnout no ambiente de trabalho: como o RH deve lidar?
Sem Parar Empresas: homem em frente ao computador, com as mãos apertando os olhos, sinalizando que está tendo uma síndrome de burnout no ambiente de trabalho
8 - Junho - 2020

Síndrome de burnout no ambiente de trabalho: como o RH deve lidar?

Além de levar o colaborador a um afastamento, a síndrome de burnout no ambiente de trabalho precisa ser vista com cautela, empatia e, princi…

Receba nossa newsletter

Gestão de veículos