8 práticas para um controle de combustível eficiente em frotas pesadas

Frentista abastecendo um caminhão que recebe controle de combustível com soluções Sem Parar Empresas

Em seu dia a dia, o gestor de frotas desempenha diversas funções fundamentais para o bom funcionamento da operação. Uma dessas responsabilidades importantes é o controle de combustível, uma tarefa que pode apresentar desafios.

Gerenciar o combustível da frota envolve lidar com diversos fatores, como variações nos preços, eficiência dos veículos e a necessidade de otimizar o consumo. Para simplificar essa função, confira a seguir dicas valiosas e que podem fazer a diferença.

 

Entendendo o impacto do controle de combustível

O controle de combustível nada mais é do que o acompanhamento sistemático do consumo dos veículos da frota. Essa metodologia envolve desde a coleta de dados sobre abastecimentos até análises que visam otimizar o consumo.

Implementar uma metodologia de controle de abastecimento de frotas é mais do que uma boa prática, é uma estratégia essencial para o sucesso operacional. Segundo uma matéria publicada pelo Estadão Mobilidade, o combustível pode chegar a 50% do custo total de uma transportadora. 

Por isso, é fundamental identificar padrões de consumo, evitar desperdícios e gerar economia financeira. Paralelamente, o controle de combustível pode gerar outros impactos altamente benéficos, como:

  • Sustentabilidade: o controle contribui para a redução da pegada de carbono, promovendo práticas mais sustentáveis.

  • Eficiência operacional: com dados precisos, é possível otimizar rotas e melhorar a eficiência dos veículos, aumentando a produtividade da frota.

  • Prevenção de fraudes: o monitoramento constante reduz o risco de fraudes relacionadas ao abastecimento.

 

8 práticas para um bom controle de combustível

Vale ressaltar que a tecnologia desempenha um papel crucial nessa tarefa, estando presente em basicamente todas as etapas. Confira a seguir como fazer um bom controle de combustível: 

  1. Registro de abastecimentos: anote todos os custos de combustível de frotas de forma detalhada, incluindo a data, a quantidade e o valor gasto. É possível que essas informações sejam coletadas automaticamente, caso a empresa possua uma plataforma de gestão. Esses dados serão a base para análises futuras.

  2. Identificação correta dos veículos: associe cada abastecimento ao veículo correspondente. Isso permite entender o consumo específico de cada caminhão, facilitando ajustes e melhorias.

  3. Monitoramento do consumo por quilômetro rodado (km/l): calcule o consumo médio por quilômetro rodado para cada veículo. Esse indicador ajuda a identificar variações e adotar medidas para otimizar o desempenho.

  4. Manutenção preventiva: mantenha a manutenção dos veículos em dia. Automóveis bem ajustados e com peças em bom estado tendem a consumir menos combustível.

  5. Automatização da coleta de dados: utilize sistemas de telemetria e tecnologias de rastreamento para automatizar a coleta de dados. Isso proporciona informações em tempo real, reduzindo erros manuais e agilizando o processo.

  6. Controle de rotas: analise as rotas frequentemente. Planeje trajetos mais eficientes, evitando congestionamentos e caminhos mais longos, que são fatores que geram impacto no consumo de combustível.

  7. Uso de tecnologia para pagamento e registro: adote soluções tecnológicas para o pagamento de combustível e registro de abastecimentos. Isso não apenas agiliza o processo, mas também reduz a possibilidade de erros.

  8. Treinamento da equipe: capacite os motoristas da sua equipe quanto à direção econômica e abastecimento externo em locais seguros. Certifique-se de que todos compreendam a importância do controle de combustível e como realizar procedimentos corretos.


E o desvio de combustível?

Essa prática apresenta uma identificação desafiadora. Dentre as formas como o desvio pode ocorrer, há o uso indevido do dinheiro disponibilizado pelos gestores, nos quais podem ser utilizados para veículos particulares em vez da frota. Outro caso comum é o extravio de combustível, em que os motoristas abastecem galões à parte para revender.

Felizmente, existem algumas soluções que podem ajudar a prevenir esse problema, como:

  • Telemetria e rastreamento em tempo real: sistemas de telemetria monitoram o consumo de combustível em tempo real, fornecendo dados precisos sobre o uso do combustível e a localização dos veículos.

  • Cartões de abastecimento eletrônicos: substitua o dinheiro físico por cartões eletrônicos para garantir que o combustível seja usado exclusivamente nos veículos da frota. Cada transação é registrada eletronicamente.

  • Sensores de tanque e medidores inteligentes: sensores nos tanques de combustível ajudam a monitorar o nível e identificar variações anormais. Medidores inteligentes oferecem leituras precisas.

  • Integração de dados: integre dados de abastecimento com sistemas de gestão de frota para reconciliação automática. Essa integração reduz a chance de erros manuais.

  • Alertas automáticos e relatórios detalhados: configure alertas automáticos para comportamentos suspeitos, como abastecimentos fora do horário programado. Relatórios detalhados fornecem uma visão abrangente das atividades.


💡 Confira as melhores práticas para gestão de frotas pesadas.

 

Aprimore o controle de combustível da sua frota!

Manter um controle eficiente do combustível na gestão de frotas não apenas otimiza custos, mas também promove a eficiência operacional e reduz riscos de práticas inadequadas, como desvio de combustível. 

Por isso, nunca é demais se aprofundar em outras boas práticas de gestão de frotas para garantir uma operação ainda mais eficiente e bem-sucedida. Explore essas táticas para melhorar o desempenho da sua empresa e enfrentar os desafios de forma assertiva.


Aprimore sua gestão de frotas, clique e confira nosso guia!

Destaques

Você sabe a diferença entre frete CIF e FOB? Leia o post e descubra!
Sem Parar Empresas: Você sabe a diferença entre frete CIF e FOB? Leia o post e descubra!
12 - Março - 2021

Você sabe a diferença entre frete CIF e FOB? Leia o post e descubra!

A gestão de frotas costuma ser um trabalho massivo, afinal o setor é composto por um enorme conjunto de leis, normas e procedimentos, exigin…

Receba nossa newsletter

Gestão de benefícios